Sunday, 26 December 2010

Alfredo Bragança - A Índia e o Tricolor (1963)

Quinze de Agosto. Acaba a noite escura…
Surge o Clarão radiante da Vitória,

Anunciando uma Nova Era, de luz pura,
E a Índia abre mais um capítulo na História.
Com ele há-de ficar sempre na memoria,

O nobre Ahinsa do Mártir exangue,
Que derramou suor, lágrimas e sangue,
P’ra ver por fim raiar o sol da Glória.

Dessa sua Não-violência e artifício,
Erguem-se de Ashoka a Roda – a Nova Idade,
E a Bandeira Tricolor da Liberdade: -

O alaranjado - cor de Sacrifício,
O branco – a Pureza de criança,
E o verde – que simboliza a Esperança

NB – estes versos foram publicados pela primeira vez em 15-8-1947

No comments:

Post a comment