Monday, 18 March 2013

Laxmanrao Sardessai - Ódio (1966)

Invade-me, às vezes, um tédio
Que cresce... cresce...
E se torna ódio.
E então choro... desolado!
Odiar... os irmãos que amo,
A quem sempre desejei
Ventura e calma,
Paz e fama,
E paraíso perfeito.
Mas cresce em mim,
Insensível, gradual... o ódio,
Sentimento que não nutri
Por um inimigo em sonho
E ódio aos irmãos
De sangue e tradição
Ódio aos goeses! Meu Deus!
Porque? Não mo perguntem
Por amor de Deus!
Só lhes digo que sofro
Como uma mãe
Que vê seus filhos queridos
Resvalaram para o abismo
E insensivelmente
Lhes vota ódio.

No comments:

Post a comment