Friday, 7 October 2011

Visnum Porobo Sincró - Remanso (1963)

Brisa suave, aroma inebriante revigorador
O gado pressuroso caminhando para o lar
Os transeuntes, no passo apressado, a correr
Atenção concentrada para o repouso ansiado!
Tudo aqui cheira paz, as agruras fogem
Desaparece o torpor citadino cobrindo novo alento
Os pássaros calcurreando no firmamento
Avançado velozmente, ao seu lar longínquo dirigem
Para gozarem no lar o repouso almejado,
Para ratear os grãos adquiridos afanosamente
A deleitarem satisfeitos com o chilreio dos filhinhos
Como pintos delicados os filhos – famílias esperam.
“O pai querido chegara trazendo guloseima
Contaremos a ele tudo o que sucedeu atrás dele.

No comments:

Post a comment