Monday, 7 November 2011

Augusto do Rosário Rodrigues - Xavier (1960)

Em verso sonoro, eu canto-vos a glória,
Em ardente prece, eu rendo-vos o preito,
Um canto cristão, de emoções puras feito,
Tecendo-vos palmas à santa memória!

Vós sois lembrado com honra na História
Como herói da Cruz, a virtudes afeito!
Com o mesmo orgulho, trazemos no peito,
Vossa Santidade – toda luz e glória...!

Alma lirial, mística, santa e pura,
Aspirando à Eterna Mansão de Ventura,
Sofre assaz martírios e derrama o Bem...

Nasce na opulência. Mas larga a grandeza...
Quer só Virtude, Abnegação, Pureza...

No comments:

Post a comment