Tuesday, 21 May 2013

Laxmanrao Sardessai - O Cativo (1964)

Na teia dos teus encantos
Sou como um cativo.
Fui forte em vida.
Ao sopro das minhas ideias
Ruíram os baluartes,
Tombaram os ídolos,
Recuaram as fantasmas.
Fui temido de todos
Que exerciam prepotência
Sobre os desamparados da fortuna.
Fui algoz das feras,
Que despedacei com os golpes da minha espada,
Da minha espada rutilante,
Feita dos meus sonhos,
Dos meus ideais
Altivo, desafiei o mundo,
Desdenhando os espectadores da hipocrisia
Como guerreiro invencível.
Mas foste tu que, com a teia
Subtil dos teus olhares
Me cativaste e fizeste cativo.

No comments:

Post a comment