Thursday, 30 August 2012

Cyrano Valles - Saudade (1978)

Saudade!
Emoção divina!
Elo doirado
Entre nós e o passado,
Vislumbre íntimo
De róseos sonhos
Desfeitos em fumo e nada.

Passam dias e anos
Mas a saudade nos subjuga
Sempre numa suave tirania
Feita de amor e melancolia.

Saudade! Única e última consolação
Para o nosso atribulado coração!

No comments:

Post a comment