Tuesday, 9 July 2013

Laxmanrao Sardessai - Aqueles Momentos (1966)

Quero agarrar entre os dedos
Aqueles momentos vagos
Que se esbatem no passado,
Profundo como os seus suspiros,
Vastos como os meus pensamentos,
O rosto da minha mãe moribunda,
Varada por um golpe duma epidemia,
Com a luz baça nos olhos,
A procurar-me.
Era eu então uma criança
De oito anos...
Rolaram hoje cinquenta
Sobre este infortúnio.
A minha memória
Pálida, nublada,
Não pode fixar as linhas
Daquele rosto
Que nunca mais vi,
E aqueles momentos,
Quais pombas minúsculas
Ainda brilham
A distancias infinitas
Na luz dourada!

No comments:

Post a comment