Monday, 22 August 2011

Constâncio Fernandes - O Noivado da Amélia (1974)

Divertindo-se a vida com entusiasmo
Colhendo flores no teu jardim!
No lar alegre a mãe ajudando e sem mesmo
P’ra o trabalho oficial por cansada se dando

Esse fora o teu lema visto com ânimo
P’ra cumprir a missão cá neste mundo
Jovial alegria, sem mancha, era um pasmo
Porque ela se transbordava do teu fundo.

Enfim!... abre se a porta e mui suavemente
Garras aduncaste ceifam, cruelmente
E logo o vital sopro se muda em Morte!

Já tens agora novo lar de noivado
P’ra com a Eternidade enfim consumado
... Eis foi cá, inesperada, a tua triste sorte!

No comments:

Post a comment