Sunday, 19 February 2012

Laxmanrao Sardessai - Simplicidade (1965)

Dai-me, ó Deus, palavras singelas,
E simples, claras –
O céu azul é simples,
É simples o mar azul
Simples e claros o sol e a lua
É clara a água do fonte
São claros os olhos do infante,
Simples é a alma do santo
Tudo o que é universal
É simples e claro
E vasto e profundo
Quero, pois, ser simples
Como o sol, a lua e o mar
Mas vasto como eles.
Reside na simplicidade
O mistério do Universo.
Dai-me, ó Deus, uma alma
Simples e clara
E palavras também simples
Para cantar em versos simples
A maravilhosa simplicidade do Universo!

No comments:

Post a comment