Sunday, 13 February 2011

Laxmanrao Sardessai - Conflagração 1966

O espírito sufoca
Na atmosfera calcinante
Vibra o ar com línguas de fogo
Crepita o vento tórrido
Arremessando sobre as cabeças
Nuvens de areia quente
Trépida a miragem
A folhagem é seca
E d’água nem uma gota
Dos animais é só esqueletos
E os homens - olhos turvos
Faces escancarados –
São antes uns lobos
À procura de presas.
E dispersos pela área,
Alguns saltimbancos
Agasalhados pelos Mahantas
Que à sombra dos vetustos pimpols,
Aparentam devoções!
Mas tudo tende
À uma conflagração medonha!

No comments:

Post a Comment

Post a Comment