Sunday, 12 June 2011

Visnum Porobo Sincró - A Chuva (1966)

Entontecidos na estação calmosa,
Aborrecidos do calor e suores perenes,
Dão graças a Deus quando chega
A chuva benfazeja e protectora!
A frescura que reina no ar
Deleita os sentidos e acalma
A estiagem seca e maçadora.
Em proveito da petizada que se alegra,
Verdura por todos os lados,
Novos rebentos aqui e além;
Os trabalhos agrícolas abundam;
O sol é raro; que mal aparece;
Há mudança da temperatura
Refrescada pela chuva divina.

No comments:

Post a comment