Friday, 24 June 2011

Alberto de Menezes Rodrigues - A minha língua materna (1972)

Como é agradável, oh!, como é formosa
E doce a língua concani, a minha
Língua materna! Linda, deleitosa,
Como um rosa de jardim fresquinha!

Quando ouço uma canção ou poesia
Em concani, de boa composição,
Delicio-me. A beleza e a harmonia
Produzem em mim dúlcida impressão.

Numerosas palavras são mui belas,
Como gaian, uzvadd, nirmoll, sundor
Não parece que há música nelas?

Sinto imenseo não a ter cultivado.
Agora é tarde. Está perto o sol-pôr.
Desço a colina da vida cansado.

No comments:

Post a comment