Monday, 20 June 2011

RV Pandit - A Roda do destino (traduzido do concanim por Mucunda Quelecar, 1963)

Está a girar
A roda do destino,

Milhares de vidas
Esmagando, triturando.

Vidas…
Insignificantes de vermes,
Vidas
Divinas, sublimes
Com única medida.

Mas das vidas divinas
Uma música resssoa,
Uma cadência

Que, ecoando
Por toda a humanidade,
A vitória alcança…
Sobre o destino… eternamente!

No comments:

Post a comment